DUDA VEM AÍ…

Pedro veio aqui no Recanto dos Idosos para me trazer um super elaborado álbum de fotos que Paulo e família enviaram para mim lá do Texas. Lindo o álbum com imagens antigas, de 1973 quando os dois (Paulo e Pedro) ainda infantes, mescladas com recentíssimos instantâneos da família “americanizada” tendo como fundo paisagens desbundantes de Rock Mountain no Colorado. “Pisa mas não esmaga, gente!”. Para os novos leitores, Paulo, Pedro e “americanizados” são mencionados em minhas publicações MEUS FILHOS e OS IMIGRANTES de junho passado, é só clicar.

Muito bem, junto com a encomenda, Pedro me trouxe a notícia meio que em primeira mão: minha próxima neta deverá nascer em fins de março e início de abril de 2009. A Eduarda (DUDA), virá formar um casal com o Rafael, dois anos mais velho que a nova irmãzinha, e terá uma irmãe 20 anos mais velha, que é a Fernanda. Novos leitores, paciência comigo. Cliquem em SÊR AVÔ, para poderem entender o esquema todo.

Duda vai chegar para a sociedade regular de consumo, bem no momento em que seu avô, que já estará contando 72 anos de idade naquela ocasião, se retira da mesma para residir no Lar dos Idosos – Recanto Tarumã – Curitiba.

A instituição Sociedade Socorro aos Necessitados, fundada em 1921 é a mantenedora daqui do Lar dos Idosos e de uma creche no centro de Curitiba.

Clara a dedução, se tem 87 anos e ainda não se desintegrou é porque é séria. O Recanto é um maravilhoso lugar, lotado de maravilhosas pessoas dedicadas a servir uma plêiade de homens no crepúsculo de suas vidas. Desde o dia 22 de setembro estou aqui desfrutando de um universo nunca dantes imaginado por mim e, tenho certeza por nenhum de vocês, leitores.

Uma coisa é assistir matérias sensacionalistas nos veículos de comunicação exibindo imagens apocalípticas de asilos em que os residentes são trapos humanos ultrajados, vilipendiados e maltratados por desumanos carrascos, outra coisa é testemunhar o respeito que aqui é proporcionado àqueles que “ousaram viver tanto”. Coisas do Sul do Brasil, coisas de Curitiba!

É daqui que serão despachadas minhas próximas crônicas. Repetindo o que declarei na minha publicação inaugural no início de junhopretendo escrever crônicas,  com pontos de vista de um senhor aposentado com tempo livre, acerca de pessoas, locais e acontecimentos atualmente observados e  registrados as vezes em confronto com minhas lembranças de pessoas, locais e acontecimentos ocorridos nos anos 40, 50, 60, 70, 80 ou 90… não vou querer ser engraçado, dramático, trágico ou muito espirituoso e, quanto minha veia literária, está propensa a obstruções tais quais as que vêm atingindo os vasos sanguíneos deste septuagenário”.

Vocês me aguardem agora que estou vivendo mais tranqüilo e sem maiores sobressaltos, esperando novos acontecimentos uma vez que…

 

A DUDA VEM AÍ…

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para DUDA VEM AÍ…

  1. Pedro disse:

    Sou suspeito pra falar de alegria neste momento, mas agradeço a todos que comemoram junto comigo a vinda de mais uma criança inocente neste mundo. Me ajudem a torná-lo melhor para a minha filha e as próximas crianças que estão por vir.

  2. Paulo disse:

    Bom saber que voce voltou a escrever, pai…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s