NATURAL DE MINAS …

Domingo, 28 de julho de 2013 põe fim a uma semana episódica para nós brasileiros. Eu, natural do Estado do Rio de Janeiro e homiziado há 27 anos e cinco meses em Curitiba onde coleciono espaços, imagens, sensações e algumas apreensões com um filho, duas noras, quatro netas e um neto, todos naturais do Paraná (o Paulo só nasceu carioca porque a mãe deslocou-se para o Rio, na última hora, para ter seu primeiro filho com a assistência de sua própria mãe a honorável sogrona).

São Francisco

O episódio que brindou a comunidade carioca foi a visita do Sumo Pontífice da Igreja Católica, o Papa Francisco afável, principalmente com criancinhas e amável… extremamente amável. Despojado de pompas entregou-se e se expôs de peito aberto à massa encantada e aprisionada pelo seu carisma. O fato transportava-me constantemente a uma imagem de São Francisco de Assis cercado de pássaros e animais, retida na memória da minha infância. Apoteose pura!

Já o Paranaense recebeu na semana, (exatamente na segunda, 23) uma visita que levou 38 anos para se repetir no estado, inclusive na capital. A neve chegou vestida de branco e, obviamente, não trouxe calor apenas frio, muito frio para a população. A massa aprisionada em seus incontáveis agasalhos incrivelmente sobrepostos, saudava a visitante entusiasticamente. A neve que atingiu Guarapuava, Curitiba e Região Metropolitana entrou para os “Trending Topics” – assuntos mais comentados do Twitter no Brasil. As hashtags #Guarapuava #neve e #Curitiba aparecem entre os 10 assuntos mais falados nas manhãs de segunda e terça.

Os torcedores do Clube Atlético Mineiro (O Galo) receberam a visita da vitória. Ela chegou nesta quarta-feira sem o carisma e os intensos preparativos e cobertura dedicados ao líder espiritual do catolicismo e não trouxe o frio da neve, pelo contrário foi quente tórrida mesmo. A festa nas arquibancadas foi bonita. Houve queima de fogos de artifício e a exibição de um gigante mosaico no momento em que a equipe atleticana entrou em campo. Mantra do clube desde a semifinal, a frase “Yes, we C.A.M.” foi exibida. Durante os 120 minutos e mais a cobrança de pênaltis, a torcida cantou incansavelmente o hino do time e o já eternizado “eu acredito”.

Curiosamente o jogador líder da campanha, Ronaldinho, natural do Rio Grande do Sul, não foi o autor de nenhum dos dois gols e, nem mesmo precisou bater o pênalti decisivo, no entanto, foi vestindo a camisa do clube mineiro nesta memorável conquista, que o gaúcho alcançou um dos últimos troféus que faltavam à sua extensa galeria.

Agricultor

E hoje é o dia do agricultor. Começar a plantar foi um marco na civilização humana. As relações mudaram depois que o homem passou a cultivar a terra. Por muito tempo a maioria da população morava no campo. Foi na Revolução Industrial que os trabalhadores migraram para as cidades e estas passaram a ter mais pessoas que as áreas rurais. São 25 milhões de trabalhadores rurais no Brasil, deste total, aproximadamente 85% tem mais de 35 anos, 88% são homens e 12% são mulheres.

Em 28 de julho de 1960, o presidente Juscelino Kubitschek fez nascer o Ministério da Agricultura, com ele o Dia da Agricultor, e com isso reforçou a importância da profissão no país. Juscelino Kubitschek de Oliveira foi um médico e político brasileiro. Conhecido como JK, foi prefeito de Belo Horizonte, governador de Minas Gerais, e presidente do Brasil entre 1956 e 1961. Foi o primeiro presidente do Brasil a nascer no século XX.

O homem foi uma fera cheia de determinação. Eleito presidente da República em 1955, juntamente com o vice-presidente João Goulart. Nos primeiros anos do pleito, após a situação política ter tomado seus caminhos (tentativa de golpe da UDN (União Democrática Nacional) e dos militares), rapidamente JK colocou em ação o Plano de Metas e a construção de Brasília, transferindo a capital do Brasil da cidade do Rio de Janeiro para o Planalto Central (Cinquenta anos em cinco). Além do Ministério da Agricultura seu governo contava com outros 11, incluindo-se os Gabinetes Civil e Militar, totalizando 12.

E pensar que o Poder Executivo no Brasil é composto atualmente por 24 ministérios, dez secretarias da presidência com status de ministério e cinco órgãos com status de ministério. Cada ministério é responsável por uma área específica e é liderado por um ministro. Cada um desses 39 ministros é escolhido pelo Presidente da República a cada mandato, que atualmente no Brasil é de 4 anos.

Sabemos historicamente que JK era profundamente devoto do catolicismo, no afã de expandir fronteiras viajava bastante e em algumas dessa viagens deve ter contemplado neve em outras paragens. Não consegui saber se torcia pelo Cruzeiro ou Atlético, só sei que o homem era …

NATURAL DE MINAS   

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para NATURAL DE MINAS …

  1. A.C.Ferrari disse:

    Realmente que maravilha é nosso povo… quente até na neve, cheio de fé e amor e não menos importante de Patriotismo!!! Abraço! Ferrari!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s