OLHA AGOSTO AÍ …

Lindo domingo de sol este 04 de agosto de 2013. OLHA AGOSTO AÍ, minha gente! Mes de desgosto! Mes do cachorro louco! Rotulam as superstições. Como sabemos superstição é a crença sobre relações de causa e efeito que não se adequam à lógica formal, ou seja, são contrárias à racionalidade; como a crença comum, no Brasil, de que quebrar um espelho causa sete anos de azar(Ah! Wikipédia…).

Sabem, em relação as  inúmeras origens ou explicações atribuidas para esses rótulos,  a que que faz muito sentido é que no mês de agosto a concentração de cadelas no cio aumenta bastante devido às condições climáticas. E quando as cadelas estão no período fértil, os cachorros ficam loucos (mesmo!) e brigam para conquistar a fêmea.

cachorro louco

Pelo menos nas ruas que acolheram minha infância e juventude nos subúrbios cariocas o bicho pegava. Grande era a apreensão e o “desgosto” das mães provocada por essa luta feroz entre os machos em busca da fêmea e que fazia com que a raiva, doença transmitida pela saliva do bicho, se espalhasse mais. Os animais então infectados babavam muito e ficavam com aparência de “loucos”, daí a expressão “Cachorro Louco”.

No cenário mundial agosto pontificou dois extremos:

  • O início em 1º de agosto de 1914 da  1ª Grande Guerra Mundial  onde mais de 9 milhões de combatentes foram mortos, em grande parte por causa de avanços tecnológicos que determinaram um crescimento enorme na letalidade de armas, mas sem melhorias correspondentes em proteção ou mobilidade e,
  • O término, de certa forma, da Segunda Guerra Mundial, quando em 6 e 9 de agosto de 1945, Hiroshima e Nagazaki foram destruídas pela bomba atômica. Historicamente, estes são até agora os únicos ataques onde se utilizaram armas nucleares. As estimativas do primeiro massacre por armas de destruição maciça sobre uma população civil apontam para um número total de mortos a variar entre 140 mil em Hiroshima e 80 mil em Nagasaki, sendo algumas estimativas consideravelmente mais elevadas quando são contabilizadas as mortes posteriores devido à exposição à radiação. A maioria dos mortos era civil.

Por falar em cenários, o que poderá acontecer no cenário político nacional neste agosto?  Agosto, mês de desgosto, diz a superstição que já se confirmou algumas vezes na política brasileira. O mês começa com augúrios ruins, que o governo poderá esconjurar com ações efetivas para recompor a base parlamentar, buscando, ao mesmo tempo, responder à insatisfação das ruas (como Dilma, levando a São Paulo R$ 8 bilhões para investimento em transportes), melhorar a aprovação do governo e as intenções de voto na presidente.

Alguns vetos serão derrubados. O do Ato Médico talvez não, pois há movimentos, no setor da saúde, pela derrubada (médicos) e pela manutenção (psicólogos, fisioterapeutas e outros segmentos).

Já a derrubada do veto que manteve a cobrança de multa de 10% sobre o FGTS nas demissões sem justa causa (não confundir com os 40% que vão para o empregado), dificilmente alguém impedirá. A pressão dos empresários sobre os deputados foi enorme para que aprovassem o projeto. Agora, para que derrubem o veto. E são eles que vão financiar as campanhas do ano que vem. Com que cara um deputado pedirá dinheiro depois de lhes negar esse favorzinho (de milhões)?

A MP do programa Mais Médicos segue na mira das bancadas rebeldes, mas ontem o próprio governo desistiu do serviço obrigatório de dois anos no SUS para os formandos em medicina. Alguns deputados já falam, porém, na exigência do exame Revalida para os médicos estrangeiros inscritos no programa.

Para completar, agosto começa com os militares extremamente aborrecidos com o corte de mais de R$ 900 milhões no orçamento da Defesa. Para o momento, não sei não. Em agosto tem o Dia do Soldado. Agosto leva ao 7 de Setembro, e as ruas prometem um grande protesto na data.

Por vias das dúvidas é melhor invocar o “Pé de pato mangalô três veis”, gente…

OLHA AGOSTO AÍ.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para OLHA AGOSTO AÍ …

  1. A.C.Ferrari disse:

    Sem esquecer que até os militares não estão nada contentes… Abraço. Ferrari.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s