CARNAVAL EM SETEMBRO…

Domingo, 8 de setembro de 2013. Ontem aconteceu o sete de setembro (Dia da Pátria) deste ano. No parágrafo final do me “post” OLHA AGOSTO AÍ, publicado no início do mês passado andei anunciando que “agosto leva ao 7 de Setembro, e as ruas prometem um grande protesto na data”… Desculpe a nossa falha.  Ocorreram protestos sim porém ao meu ver se constituíram num autêntico CARNAVAL EM SETEMBRO.

Blocos, máscaras, bandeiras, e faixas que transportaram minhas lembranças para o tempo em que no Rio de Janeiro, na avenida Central (atual Avenida Rio Branco) e junto à Praça 11 (início da Presidente Vargas), assistíamos cada agremiação ostentar sua faixa “A Escola de Samba Unidos do Corporativismo, saúda o povo e pede passagem”).

E as provocações entre correntes, com a intervenção das autoridades encarregadas da ordem e segurança, me fizeram recordar as famosas e decantadas “Batalhas de Confete” que se realizavam em Ipanema e Bulevar 28 de setembro, em Vila Izabel. Claro: confetes, serpentinas e lança perfumes não se comparavam ao arsenal improvisado de pedras, bancas de jornais, grades e orelhões arrancados contra o spray de pimenta, balas de borracha e bombas de gás lacrimogênio.

Aos movimentos que esperávamos, inspirados nos legítimos protestos de junho, faltou objetividade e sobraram reivindicações esparsas de categorias, tribos, nações e classes. Onde a sintonia, apenas e sobretudo,  na raiz das responsabilidades pelo desconforto social de TODOS NÓS, OS BRASILEIROS?  Estou falando do Congresso e Congressistas.  Eles é que legislam sobre a saúde, educação e segurança. Eles é que praticam e disseminam a corrupção.

Sabem de que objetividade estou falando?

    • O movimento “O petróleo é nosso”, surgido em 1947, formou uma entidade com sedes em todo o país denominada, inicialmente, Centro de Estudos e Defesa do Petróleo e da Economia Nacional. É desse esforço que nasceu a Petrobras e a efetiva exploração do petróleo nacional, na luta de Monteiro Lobato que criou três companhias do ramo e passou a ser obstado pela criação do Conselho Nacional de Petróleo em 1938, que para ele fazia a política da Standard Oil americana tentando brecar esta iniciativa do Brasil.
    • Na segunda metade da década de 1980 um outro movimento contava com palavras-chave: República; processo; constituinte e participação. O movimento pela criação de nossa Constituição, ao passar das ruas para o Senado mereceu a seguinte citação do senador Ulysses Guimarães: “Ecoam nesta sala as reivindicações das ruas. A Nação quer mudar, a Nação deve mudar, a Nação vai mudar”.
    • Em 1984 uma palavra de ordem (única e soberana) estava contida em Diretas Já. O movimento ganhou massa crítica e reuniu condições para se mobilizar abertamente. E foi em São Paulo que a investida democrata ganhou força com um evento realizado no Vale do Anhangabaú, no Centro da Capital, em pleno aniversário da Cidade de São Paulo – dia 25 de janeiro. Mais de 1,5 milhão de pessoas se reuniram para declarar apoio ao Movimento das Diretas Já.
    • Em 1992, o jovem paraibano Lindbergh Farias era presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes) e liderava os caras-pintadas em manifestações, por todo País, pela derrubada do ex-presidente Fernando Collor. Os caras-pintadas tinham um objetivo definido: pediam o impeachment de Collor e queriam colocar no lugar dele um líder com causa popular.  E Collor foi derrubado.

Já os atuais protestos, que começaram por causa do aumento do transporte público, estão tomando proporções maiores e englobando outras causas e eu me sinto muito decepcionado, pois aguardava… ainda aguardo, que a única palavra de ordem de um atual movimento seja inspirado nos pronunciamentos de Joaquim Barbosa. Os congressistas condenados devem perder o mandato e serem presos e, nenhum dos integrantes das duas casas poderão ser reeleitos nas próximas eleições.

CLIQUE PARA AMPLIAR

CLIQUE PARA AMPLIAR

Depois dessa conquista, outras poderão ser reivindicadas sem essa aparência maldita de um…

…CARNAVAL EM SETEMBRO.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para CARNAVAL EM SETEMBRO…

  1. A.C.Ferrari disse:

    É parece que tudo está se repetindo, as figuras são as mesmas, ladrões de colarinho branco; governantes que do povo só querem o dinheiro [impostos] que desaguam em contas pessoais. Tomara não sejamos novamente testemunhas das covardias dos porões… Abraço. Ferrari.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s