PROFECIAS …

Hoje é 16 de fevereiro, domingo, o calorão está nos dando uma trégua preciosa. Tanto, que até há pouco a chuvinha e o ventinho fizeram-me transformar em uma espécie de “recheio de panqueca” enfiado que estava no cobertor dobrado ali na cama, ouvindo música. Sabem? Windows 8.1 com seus intermináveis e surpreendentes álbuns musicais.

De repente peguei-me ouvindo uma bem sucedida cantora gospel,  Aline de Barros cantando algo que falava de profetas e PROFECIAS.  Na letra (acho que no estribilho), ela dizia algo assim “… Onde está o  Elias que restaura o altar de Deus? Onde está Moisés tirando água pro sedento? Onde está o  Daniel que não quer o manjar do rei? Onde está Neemias que restaura os muros de Jerusalém? …”.

Sinceramente não consegui saber por que, mas senti minha “inspiração” apontando esse tema PROFECIAS, para a crônica de hoje.  Afinal desde que me entendo como gente (e lá se vão 70 aninhos), vi e li sobre gente que profetiza e conheci uns tantos que se ocupam (e se preocupam) com PROFECIAS. Não necessariamente e somente daquelas contidas na Bíblia… Alguém faz uma profecia e muitos temem, curtem, zoam ou simplesmente esperam curiosos pela sua concretização.

Quanto àquelas revestidas de maior importância, contidas na Bíblia, pude perceber nas minhas observações “desde a mais tenra idade rs rs rs” que algumas vertentes cristãs acreditam que nem todos os livros da Bíblia estão escritos de maneira literal. Segundo estas, alguns livros apresentam textos que usam uma linguagem simbólica para apresentar profecias que seriam cumpridas muito tempo depois do livro ser escrito.

Um dos maiores profetas da Bíblia foi Daniel. O livro de Daniel apresenta relatos sobre o fim do mundo, monstros e também anjos. Segundo algumas denominações cristãs, certas partes deste livro foram escritas com uma linguagem propositalmente simbólica e que requer uma maior busca para sua compreensão.

Andei lendo que muitos estudiosos e teólogos defendem a ideia de que os profetas, inspirados por Deus, escreveram estes textos de maneira figurada, pois não era o desejo de Deus que fossem entendidos naquele tempo. Esta tese é baseada em textos bíblicos como abaixo:

  • Para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam, e lhes sejam perdoados os pecados.
  •  E ele respondeu: – Agora, Daniel, você pode ir embora, pois tudo isso deve ficar em segredo até o fim. Muitos serão postos à prova, e com isso se purificarão, e se aperfeiçoarão. Os maus continuarão na sua maldade, e nenhum deles entenderá o que está acontecendo, mas os sábios entenderão.

Pois é mais eu não posso, nem me sinto em condições, de estar me aprofundando em um terreno tão sério e importante, como aquele em que transitam os sábios e estudiosos do Livro Santo ou Evangelho. Prosseguindo nessa rota estaria sendo leviano e inconsequente.

Mas, e os outros profetas, embarcados na história, em nossas estórias e quotidiano? Morei um bom tempo em Niterói – RJ no início dos anos 80 e, diariamente fazia a travessia nas barcas e lanchas para ir trabalhar no Centro Comercial da Cidade do Rio de Janeiro.  Foi onde conheci, e todos conheciam o Profeta Gentileza.

A frase “Gentileza gera gentileza” e outras ainda de maior profundidade como: “Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens”, ficavam soando em torno de nosso caminho para o trabalho e rotina.

Quem não ouviu falar de Nostradamus que previu a Revolução Francesa, a ascensão de Hitler, o governo ditatorial de Muammar Khaddafi e Saddam Hussein. O terrorista Osama bin Laden também está presente em suas Centúrias.

E o que dizer então de Zaratustra absorvido e exposto pelo filósofo alemão Nietzsche – que influenciou significativamente o mundo moderno –  no livro de sua autoria:  Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém.  Êle, Zaratustra, despejou-nos frases do tipo:

 “Demore o tempo que for para ver o que você quer da vida e depois que decidir não recue ante nenhum pretexto porque o mundo tentará te dissuadir”, ou ainda: “Nosso século (século XIX) que tanto fala de economia, é um esbanjador; esbanja o mais precioso, o espírito.”

CLIQUE PARA AMPLIAR

CLIQUE PARA AMPLIAR

Dentre as PROFECIAS bem mais recentes, uma  vazada no Facebook, colocou-me bastante desconfortável uma vez que o “profeta” foi alguém que ajudei a apupar bastante em manifestações políticas e estudantis em que me vi envolvido em outros tempos.  Meu desconforto reside no fato de que … a profecia procede.

Leitores, querem saber? Sugiro que tentemos apenas ser íntegros e serenos conosco mesmo e ignorar e não dar bola para quaisquer …

PROFECIAS

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para PROFECIAS …

  1. A.C.Ferrari disse:

    consciência é o espelho de cristal no qual Deus se mira, conserva-a limpa e Deus em ti parecera perfeito…Caro militante de Deus, isto é do povo para o povo, infelizmente político não faz parte disto. Estou aprendendo, conscrito, mas com grande curiosidade. Forte abraço. Ferrari.

  2. Pedro Monçores disse:

    Essas profecias, sejam bíblicas ou não, preocupam… dureza também é discernir a boa da ruim, porque já teve gente profetizando que o mundo acabaria em 2012, ou que a virada do milênio ia explodir tudo, e por aí vai….Como sempre digo, vamos fazer o “nosso” bem feito que minimiza o impacto depois 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s