OUTONEAR …

Domingo 25 de maio, estamos entrando no terceiro e último mês do outono.  Aqui no Lar dos Idosos os caquizeiros, assim como as jabuticabeiras, estão perdendo seus últimos frutos para a sanha voraz dos sanhaços que adivinham que suas fontes de delícias estão para acabar. O outono está anunciando sua despedida. Dia nublado, vento forte e frio acompanhados de uma fina garoa.

FOLHAS DE OUTONO

FOLHAS DE OUTONO

Que esse outono, em vias de extinção, traga-me conforto e paz ao coração, que traga-me um novo sabor aos meus dias… Galhos secos, nus contemplam abaixo, folhas que os abandonaram e pousam douradas e amarelecidas no solo e, vejo uma borboleta amarela? Ou uma folha seca que desprendeu e não quer pousar.

Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiura, a juventude em velhice e o erro em virtude. Nada fica sempre igual e nada existe realmente. Portanto, as aparências e o vazio existem simultaneamente. Dalai Lama

Querem saber, gosto do outono porque ele é frio suficiente para refrescar o calor… E é quente o suficiente para aquecer o frio! E não posso deixar de pensar nas folhas do outono, elas não caem porque querem, e sim porque chegou a hora.  Fico observando meus pares aqui na Instituição.  Alguns, muitos, demonstram-se combalidos com o outono, notadamente em dias molhados como o de hoje.

Gostaria de me fazer entender e dizer a eles frases inteligíveis para cada um do gênero: “Assim como as folhas das arvores caem no outono para poder suportar o inverno nós também nos modificamos para seguir vivendo. ”  ou ainda “Nesta estação, tronco, galhos, folhas e flores, modificam, mas sempre a raiz prepondera”.

Saiba, jovem leitor, você pode até considerar o outono uma estação fria demais… feia demais… por causa do estrago que ela faz… mas você vai perceber lá na frente que as folhas só caíram e o estrago só foi feito porque era preciso renovar para vir a primavera com suas novas folhas e suas novas cores.

Deixe-me viver este final do Outono, deixe que minhas folhas amarelem, deixe que elas caiam, preciso poupar energia para o inverno humano, que anda cada vez mais rigoroso, e o amor cada vez mais frio. Leitor amigo, Faça Chuva Ou Faça Sol De Noite Ou De Dia, No Verão Ou No Inverno, Na Primavera Ou No Outono Nunca Desista De Ser Feliz

Se compare a uma árvore no outono, que mesmo seca, sem folhas, sem frutos, ela permanece firme com a certeza de que a primavera há de chegar! No outono, as árvores deixam as suas folhas caírem não porque elas são fracas, mas porque elas sabem que desse sacrifício terão mais vigor e força para enfrentar as outras estações!

E como no outono as folhas caem para se renovarem com as estações seguintes. Aqui estou eu, sem medos, só permitindo minhas folhas se libertarem para as próximas estações que vivenciarei.

Gostaria imensamente de inculcar no ser de cada companheiro aqui institucionalizado: “Vamos aproveitar para brotar, pois estamos no outono da vida, na melhor-idade, vamos inventar “passar férias” aqui mesmo em nossos corredores, refeitório e salão de jogos, porque, “Outoneando a natureza boceja lentamente, desfolhando-se, numa entrega em seu perpétuo sim”. Enfim precisamos …

OUTONEAR

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para OUTONEAR …

  1. A.C.Ferrari disse:

    Outonear…Bom Poeta que me faz viajar, a positividade é melodia para mim. A árvore que se despe segue o ciclo da “renovação”; neste conceito a vida me parece ser um pomar cheio de boas possibilidades. Há também o fruto no inverno as vezes não tão doces; mas necessárias para a vida. Abraço. Ferrari.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s