ESTOU TRISTE?

Domingo, 21 de julho de 2017. ESTOU TRISTE? Isto é realmente uma indagação, — O pessoal está falando isso aí, a meu respeito. – Sinceramente não sei se a “denúncia” procede. – Hoje por exemplo 11 graus um sol brilhante, céu azul com algumas poucas nuvens aqui sobre o Lar dos Idosos, a “rapaziada” calma e cordata, não vejo razões para estar triste.

IMG_3986A “denúncia” deve advir do fato de eu ter reduzido bastante o hábito de criar piadas e fazer gracinhas meio piradas o tempo todo. – Coisas de “carioca inconformado” com a sisudez do povo daqui. – O cara observa, por exemplo, um vestuário ou uma atitude um pouco diferente da “vítima” para improvisar uma gozação e passa a ser visto como divertido, alegre… ou gaiato, — Um comentário, qualquer, sobre o novo penteado ou corte de cabelo feminino será sempre bem acolhido!

Agora sou constantemente flagrado mais quieto, poucas palavras, observando fatos ao meu redor e a turma, principalmente funcionários(as) da casa, parece que está de olho em mim, até mesmo preocupada… será que o cara está tendo um surto depressivo? – Gente isso é muito bom, super- gratificante, nos leva a constatação de que há um atento interesse no nosso bem estar.

Somos cerca de 88 moradores daqui do Lar de Idosos Recanto Tarumã — Mais ou menos um terço pertence a categoria de dependentes de total ajuda para se locomover, se orientar, se comunicar e se auto-conhecer. – Nos, outros moradores não os conhecemos realmente; nem um pouquinho, — Sentado em minha cadeira de rodas observo o cara que está cochilando ou olhando para a parede há cerca de meia hora, com o olhar parado e não consigo saber nada dele; o que está sentindo; do que possa estar se lembrando, nada… nada mesmo! – Empatizar? Nem pensar, não dá para se pôr em seu lugar.

Esperam, como eu mesmo, a hora do banho; do café; do remédio; do curativo; quem sabe do almoço e visitas?, Não, quase nunca. — Visitas são ocorrências esporádicas, raras e, quer saber? Não são tão aguardadas, como podem pensar. – Nós outros, não tão dependentes, tem em seus quartos e áreas comuns a presença implacável da TV — Aí o bicho pega! O noticiário e a programação das emissoras deixa a gente curiosa, — Será mesmo verdade aquilo tudo que dizem acontecer lá fora? — Há controvérsias e deve haver um pouco de exagero, forçamo-nos acreditar.

Mas aí, O caos e as crises pulam aqui pra dentro e chegam diariamente junto com o pessoal que trabalha na casa. – São reflexos de crises financeiras;  políticas; sociais; de relacionamentos e um sem número de outros desconfortos, trazidos de fora — A instituição é colhida por todos esses reflexos e o descontentamento macula as relações interpessoais. Sinto-me impotente mas, acredito piamente  tratar-se de desafios que serão e estão sendo vencidos.

Afinal, leitor, Espero de vocês que não creiam nesta aparente proposição dos que me têm perguntado se … 

ESTOU TRISTE?

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para ESTOU TRISTE?

  1. Pedro Monçores disse:

    Positivo e operante!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s