PODER…

Domingo, 20 de agosto de 2017. Chove aqui no Nosso Lar de Idosos em Curitiba – Felizmente após um longo período de secura na boca, a Mãe Natureza nos oferece mais uma demonstração do seu PODER – Umedece o ar, irriga as plantas e traz, de volta aquele friozinho que a estação exige – tudo bem diferente do outro tipo de PODER que infesta as páginas do noticiário sempre e, invariavelmente, passando-nos o desconforto de estar vivendo em uma sociedade insana, perversa e doentia.

Nosso Brasil, sabemos, tem uma clássica divisão de três poderes: o executivo, o legislativo e o judiciário. — O poder executivo é aquele formado pelo presidente, seu gabinete de ministros e seus secretários. Tecnicamente, eles governam o povo e administram os interesses públicos levando em consideração o que é estabelecido pela Constituição. – O legislativo, tecnicamente se responsabiliza por compor a Constituição – O judiciário se encarrega de julgar e penalizar os que se põe à margem de Constituição, tecnicamente.

Pois é, moçada, aí encontramos no interior dessas três divisões, pessoas que detêm PODER na forma individual. — É quando o quadro se esfuma, de tecnicamente a coisa toda se embaralha e os comprometimentos começam a ser questionados… e temidos. – Estamos vivendo um momento em que o executivo desgoverna o povo e compromete o interesse público – O legislativo ocupa todo seu tempo em legislar em causa própria – No judiciário assistimos magistrados em litígio pelo PODER. 

Lord_Emerich_Edward_Dalberg_ActonLord Acton, descobri na Internet, é o autor da famosa frase: “O poder tende a corromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente, de modo que os grandes homens são quase sempre homens maus. ’No pensamento de Lord Acton, o processo histórico desenvolve-se orientado pela liberdade humana ou livre-arbítrio, no sentido de uma liberdade cada vez maior. A defesa desta última é um imperativo moral: se o poder político se arroga o direito de comandar os atos dos homens, ele os priva de sua responsabilidade.

Nós, pobres mortais, vivenciamos a extensão desse pensamento quando ele atinge e abraça o nosso ambiente social e quotidiano. —  Quando indivíduos que de alguma forma obtém ou exercem algum tipo de PODER, espelham-se nos exemplos obtidos naqueles modelos constituídos e agem de maneira a abafar suas próprias falhas, distribuindo medidas coercitivas e punitivas aos subordinados – Pior ainda, quando o cidadão pertencente ao submundo da contravenção (o famoso bandido ou marginal), arma-se, cria e impõe o PODER à custa de covardes agressões e até assassinatos ao cidadão comum.

Mas, tudo isso são coisas que assistimos nos jornais televisivos, por isso eu sinto-me tranquilo, aliás em um trecho de outro de meus posts desse Blog , desesperar nunca publicado há três meses, acho que deixei bem claro:

“…Constatei e creio ainda que a existência, toda ela, é regida e administrada por um Criador fabuloso que, dentro de sua Criação, nos produziu humanos com raciocínio e livre arbítrio suficiente para, além de crer na Sua existência, entendê-Lo e, consequentemente, respeitá-Lo.  Podemos, se assim quisermos e aceitarmos, considerar que em qualquer tempo, local ou situação em que nos encontrarmos Ele, o Criador, estará presente e ao nosso alcance.”

Aqui, neste Lar de Idosos, já deixei bem claro para meus leitores, nos sentimos blindados contra todas as intempéries. Toda essa gente que se aplica em nos servir cuidar e até mesmo adular, tornam-se ou tornaram-se soldados confiantes e submissos àquele Criador e ao seu supremo e infinito…

...PODER.

 

 

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para PODER…

  1. Maravilhoso texto!!!
    Te amo irmão!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s