AMANHÃ…

Domingo, 27 de agosto de 2017. O Inverno já agonizante, cede e vai dando lugar à Primavera sua natural seguidora e o Lar dos Idosos amanhece banhado de um Sol sereno, envolvente e acolhedor – Hoje sentimo-nos bem com as recentes lembranças de ontem (sábado), repletas da alegria de jovens visitantes (hoje estarão de volta). — Quanto AMANHÃ, (segunda) haverá apenas a continuação do processo da vida.  Algumas pessoas vão ler e talvez comentar esta crônica, mas aí é outra história. – Enquanto isto voltemos ao agora (domingo), com as recentes lembranças de ontem (sábado) que é o que interessa.

Ontem, desde cedo percebemos que ocorreriam invasões em nossa praia: Nosso refeitório, que não é nada pequeno, começou a se lotar de balões coloridos (com os indefectíveis e ocasionais estouros); — Jovens integrantes do Grau Técnico Curitiba  (<Clica aê, gente), os invasores, extremamente desenvoltos e amáveis, logo, logo, seguidos de nossas(os) amiguinhos da PUC-PR, se deslocavam em torno de nós, jovializando tudo em volta.

Após o almoço fui disputar a tradicional “peleja” de Dominó com Maurinho e o Tico  e as jovens circulando, ao redor – Chegou Pedro meu filho para a tradicional visita semanal. – Conversamos muito imaginando que um dia (bem próximo), aplicativos serão disponibilizados para  netos e filhos se comunicarem com avós e pais, pedindo ajuda para matérias de classe e… até coisas do coraçãozinho.  — O avô ou avó, tendo aprendido com eles a utilizar o aplicativo, opina aconselha e o papo vai rolar sem segredos entre eles, afogando as baleias azues..

Hoje (domingo) aqueles jovens de ontem já estão novamente espalhados pela Casa com promessa de que “O Show Continua” — Com salgadinhos, doces e músicas que por certo irão novamente rolar durante nossa hora de lanche, — Jonatas, o anfitrião da Casa,  o cara responsável pela acolhida aos visitantes, e pessoal  voluntário que auxilia nossa gente no decorrer da semana. — Sabendo que eu pretendia envolver esse movimento no corpo da   crônica de hoje, chamou e me apresentou duas figurantes da encrenca; as Jéssicas… isto mesmo duas garotas que têm o mesmo nome, atuam juntas no Grau. — Impressionante, além de serem xarás são tão semelhantes que julguei serem gêmeas (risos).

Agora, falando sério. Tenho comentado por este Blog algumas dificuldades que o Lar vem enfrentando. No processo de recuperação, nossos gestores precisaram agir, da mesma forma que todos os segmentos da Sociedade Brasileira Em Crise — Nesta ação perdemos alguns de nossos importantes funcionários (já contei para vocês que todos, têm laços quase familiares conosco, os moradores idosos). – Por isso tem sido vital  e sempre bem vinda a ajuda desses colaboradores voluntários.

Só desses jovens que estão por aqui, contamos com cerca de mais de uma dezena de alunos de cursos de atividade em enfermagem, cuidando de nós em horários alternados, — Imaginem, andam dando banho em mim (e nos colegas dependentes), trocando fraldas e etecetera, é mole? – E os alunos da PUC-PR    que colaboram no setor da nossa Fisioterapia, Informática e outras cositas mais… – É divino gente… – AMO MUITO TUDO ISSO como dizemos no Facebook.

Existem duas mãos nessa estrada, alunos como por exemplo os de atividade na área de enfermagem, adquirem conhecimentos e prática nas atividades para a qual se preparam, no trato e relacionamento com os idosos e saem geralmente gratificados pelo fato de haverem participado em um processo de cuidados e atenções a seres humanos. A noite, geralmente vão dormir realizados por isto. No intervalo, espalham e recebem afeto.

Ontem (sábado) ainda, em determinado momento, ocupei um bom tempo da Ludmila e outras três alunas da PUC contando e revelando fatos de minha vida, à guisa de “ensinamentos” e modelos de má e boa vivência… e elas ouvindo o coroa entusiasmado. – Então saí dali sentindo-me realizado,– A vida tinha valido a pena ali, naquele instante, com aquelas jovens. E eu me inseri no vídeo do facebook, assistido pela manhã com uma insólita palestra de  Clóvis de Barros Filho, professor da USP.

Por isto estou aqui, com meus colegas moradores, sem a mínima pressa para que o dia termine e, aí estaremos prontos para outras emoções e alegrias que ocorrerão para nós …

AMANHÃ

 

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para AMANHÃ…

  1. Pedro Moncores disse:

    Realmente além do ambiente diferenciado positivo no seu Lar, é também frequentado por visitantes diferenciados também!!! Muito bom.

  2. Fico feliz por saber que você se encontra neste ambiente de paz e com tanta ambiência positiva…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s