AUTORA…

Sexta Feira, 15 de setembro de 2017. Sabem, ainda me considero um velhote sortudo. Quase uma obra de arte  produzida de maneira insólita em época  meio  conturbada da  AUTORA. O aprimoramento da obra foi se consolidando com o passar do tempo e agora aqui estou contemplando uma foto “pescada” da minha coletânea pessoal. – Tem tudo a ver com a data e com a AUTORA.

A foto é de um grupo familiar, u`a mãe à frente de filhos e filhas. – A senhora,  mãe, ereta e plena não parece ter os 96 anos que contava na época em que foi flagrada no quintal de sua casa. – Prosperina, seu nome, nasceu em 15 de setembro de 1910 e veio a falecer no dia 11 de setembro de 2010, quando faltavam 4 dias para os cem anos.

A MatriarcaIncomum, até no nome (Prosperina), na foto está acompanhada de sua filha Iracy,   minha   irmã sanguínea, abraçada ao Moyses, que está ao lado da Enirte,  Myriam  e  Abraâo, os quatro últimos, são filhos de um segundo matrimônio.– A macróbia  não  era  fácil  não, os nomes bíblicos de três de seus filhos denotavam que em, determinada época, frequentou assiduamente templos e preceitos da religião Batista.

Moderna para os padrões da época (anos 40), não dava a mínima confiança para as “comadres” de plantão que poderiam criticá-la por ser “separada”.     Confiante   até ao exagero, impunha e fazia valer uma auto estima digna da “dama de subúrbio” que personificava com esmero.  Distribuía alegria e bom humor à sua volta, com graça, galhardia e sobretudo carisma.

xv de setembroAgora estou aqui escrevendo sobre tudo isso e sou cercado por um pequeno grupo de jovens alunos de um curso que prepara Técnicos de Enfermagem, encerrando o  período de estágio entre nós. Falei pra eles da fé e confiança que deposito nos que, escolhidos pelo Criador para servir e cuidar do próximo, aceitam e preparam-se para assumir.– Tirei uma foto com eles.

Elogiaram-me bastante, pela minha maneira de demonstrar o enfrentamento da realidade com graça e carisma, aí decifrei o legado deixado pela…

AUTORA

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s