FUTURO DO INDICATIVO…

Domingo, 15 de outubro de 2017. Início do Horário de Verão e um pouquinho de frio em Curitiba — Todos sabem, professor é a personagem principal na vida de qualquer pessoa, independente da profissão que exerça, pois é ele que dá base para  formação de qualquer indivíduo, principalmente por esse motivo, os professores merecem um dia em sua  homenagem, e este dia é 15 de outubro, hoje.

Saudades do tempo em que lecionei, Geografia, História e Ciências em um Ginásio de Rocha Miranda, no Rio de Janeiro (eu morava em Turiaçú). — Foi quando eu informei à tia Palmyra que estava com ideias de casar. –  Casei-me aos trinta anos  e  foi aí que transformei o moleque festeiro, agitador populista, e ativista político em Homem.

Quando professor ainda, descobri que a tarefa não era – como ainda não o é – nada fácil no Brasil. — Políticos governantes matreiros fazem de tudo para que a populaça não adquira instrução,  então  ao  invés  de  estímulo,  criam  obstáculos  aos  que  se dedicam ao ensino e  ao  mesmo  tempo  legislam  “direitos”  – verdadeiras esmolas – para que a mesma populaça agradecida, lhes doem sua condescendência e apoio nos processos eletivos.

Voltando ao Professor ou professora, que lindo vê-los à frente de jovens ávidos em  aprender a ler,  escrever  e  entender  melhor  as  pessoas, espaço e condições com quem  transitam e vivem.  Através de disciplinas como a gramática, a matemática e outras tão básicas (ôpa, está parecendo letra de musica), o jovem segue em processo de crescimento rumo ao futuro.Professor

Eu, no que se refere ao futuro, quedo-me extremamente cauteloso, uma vez que para nós  aqui  no  Lar  está  menos  para  FUTURO DO INDICATIVO  e muito  mais para o futuro do subjuntivo, ou seja, está mais para eu confiaria do que eu confiarei. – É a idade, acho que vocês hão de entender ! .

Para vocês, leitores prefiro utilizar o futuro do imperativo, cuja conjugação é feita mais na segunda pessoa: — Torna-se bem melhor confia tu ou confiai vós.

Em São Paulo, nesta semana uma feira de eletrônicos esteve  lotada de gente. — Profissionais de games em acirradas competições exibiram suas habilidades e competência. Tratavam-se de jovens pais e filhos. Algumas jovens moçoilas também, com sua presença e participação feminina, deixavam claro o fato de que as mães de amanhã estão preparadas para qualquer desafio.

Não sei porque, isso me fez lembrar de recentes episódios de violência divulgados pelos noticiários, que exibiam cenas na estrada  Rio-Santos onde bandidos, do alto do penhasco atiravam nos veículos que alí transitavam. — Já,  na Via Dutra, veículos de transporte de valores são como carrinhos a serem alvejados e destruídos. – Nos dois  casos a realidade se assemelha a de alguns games, não acham?

futuro

Será  que  devo  mencionar  ainda, potências nucleares internacionais, equipadas  com  mísseis  de  longo alcance, com  mandatários ligados em verdadeiras “quedas de braço” (arm wrestling) com enorme risco imprevisível  para  o Planeta? Ou a série de filmes jogos vorazes…        Não   –    definitivamente.  –    essas observações contidas nos últimos parágrafos não podem e não devem ser atribuídas ao  …

…INDICATIVO DO FUTURO.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s