RECOMEÇO…

Domingo, 26 de novembro de 2017 – Hoje neste meu pátio encontra-se ausente a luminosidade do Sol. – Logo hoje que me preparo para um RECOMEÇO – Pois não é que ontem “fechei” 81 anos de minha estada aqui no Planeta, em grande estilo, como sempre vem acontecendo ultimamente. Muito afeto em minha volta graças a Deus.

Embora bem mais timidamente, tenho tornado ao meu hábito de leitura. Agora no meu “Kindle Paperwite” (o cara é moderno), ando relendo uma das obras de Allan Kardek sob o título de “O Céu e O Inferno”. – O autor percorre  crenças disseminadas por várias religiões sobre esses ícones do fim da vida, enquanto oferece ao leitor sua visão analítica. Relendo, vejo o quanto mudei neste meu percurso terreno…

A propósito – como nada é por acaso creio eu – fui pela madrugada informado que mais um de nós concluiu seu processo de vida terrena. Nascido em março de 1950 (67 anos), João Batista Rodrigues da Silva, não resistiu aos efeitos de um segundo AVC. Vejam só vocês, enquanto no preparo de minha crônica, estive cogitando falar em RECOMEÇO, João é conduzido ao encerramento de jornada… Será, mesmo? Prefiro crer em passagem ao invés de conclusão.

Influência de Kardec, possivelmente. Perdoem os leitores que não comungam com estas assertivas pouco materialistas, porém prefiro acreditar ser bem mais justa a ideia de que cada um de nós aporta um espírito em constante evolução enquanto “queima” etapas aqui na Terra. O que chamamos morte, seria o final de cada uma dessas etapas.

Rodrigues a meu ver, mostrava uma certa dificuldade de “digerir” o infortúnio que acreditava vivenciar aqui conosco e com o pessoal  que nos dedica toda a atenção da qual já andei aqui descrevendo entusiasticamente.  Quis me parecer que, em termos de espiritualidade, carregava alguns tormentos, mas que faço? Que direito me avoco para julgar a ele ou qualquer ser vivente? Ainda mais agora !

PIC_0612Aqui no Lar contamos, entre outros recintos com uma graciosa capela, onde são procedidas missas, novenas, exéquias. e cultos evangélicos. – O corpo de moradores, nossos falecidos companheiros são ali velados. Ali hoje temos em repouso o inerte João Rodrigues.

Independente de eu ter ou não razão na composição do julgamento feito. Estou desejando e crendo que seu espírito desligado agora do último compromisso, possa logo se recompor e preparar-se para uma nova etapa com um bom…

RECOMEÇO.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s