DEDICAÇÃO…

Domingo, 04 de fevereiro de 2018 – O Sol retornou a chamada feita pelo verão e surgiu esplêndido e nada fugaz.  Parece que veio disposto a nos dedicar mais um pouco do seu  fulgor.  Isto me deu ensejo — aqui no pátio, na ação do pós café diário – de desfrutar os meus  15 minutos de colheita da vitamina “D”,  in natura,  que o Astro Rei dedicadamente nos oferta de “grátis”.

Pois é, acabei de utilizar acima duas formas do verbo dedicar, atribuindo-as ao Sol que é o natural provedor da vitamina “D”.   Então vou me aproveitar do verbo assim como da letra D símbolo de tal vitamina e usar como tema da crônica de hoje DEDICAÇÃO. Isto porque me sinto em local repleto desta ação geralmente muito usada entre pessoas que convivem com idosos.

Por exemplo: Toda sexta-feira alguém da enfermagem sai em busca de cada um de nós para prover nossa “juventude” com a indispensável vitamina “D”, acima mencionada. O processo é quase religioso com a “provisão” sabiamente mesclada às medicações do dia designadas para cada um dos “jovens”. Na direção do carrinho, pura  DEDICAÇÃO.

IMG_20180203_153223341_HDRTem mais, muito mais ainda, senão vejamos. Na imagem ao lado vocês podem observar anotações no quadro de avisos que existe no setor de enfermagem daqui do Lar: Diz alí que amanhã, 05/02/18, têm 2 saídas previstas para moradores”. Um deles sou eu. Vou sair para me submeter a um exame de ressonância magnética, na região da bacia. Saio na Kombi às 10:30, tendo como acompanhante a Conceição.

A estória toda é a seguinte: Queixei-me de dores nas costas com nossas enfermeiras,   Kátia e   Andréia. Fui então  incluído na lista para consulta com a médica da equipe de geriatria de plantão. A doutora me examinou e concluiu pela conveniência do exame. Aí entra em cena a Desireê responsável pelo garimpo dos atendimentos externos,  tudo  certo, lá estou eu no quadro para ciência de todos.  “Jejum quatro horas antes da saída”

Tudo rotina, não parece a vocês, leitores? Pois é, amanhã o motorista da Kombi estará a postos para conduzir a mim, ao Francisco Correa, e as acompanhantes Conceição assim como a Benedita.  Por quê será que toda essa gente faz isso tudo, todos os dias, meses e anos? Qual o propósito de cada um? Será apenas um emprego?   Ou tem mais, muito mais por traz disso?

downloadCom a palavra  Mário Sérgio Cortella. Em minhas jornadas de leituras noturnas desta feita embarquei nas reflexões e revelações do filósofo e professor de filosofia — sim,   há distinções entre uma e outra atividade assim como entre Geriatra e o Gerontólogo – acerca dos propósitos que regem nossas vidas. “Por Que Fazemos o Que Fazemos

Da leitura, e das observações que tenho feito nestes nove anos de convívio e assistência aqui no Lar, com essa gente que trabalha efetiva ou voluntariamente conosco,   deduzo que a graça pretendida e obtida por ela (toda essa gente) – no exercício das tarefas, seja de limpeza, lavanderia, cozinha, farmácia, manutenção, gerência, enfermagem, cuidados pessoais, terapias ou administração – torna-se toda convertida em bem estar por servir. 

Importam-se bastante com os agradecimentos explícitos e implícitos nas faces, vozes e sentimentos de nós senhores idosos, pela “vitamina” por eles ofertada, chamada …

DEDICAÇÃO

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

2 respostas para DEDICAÇÃO…

  1. Mano, te amo muito e obrigada por cada post que você escreve nos domingos….Administro com eles a minha saudade!!!!

Deixe uma resposta para Zelia Monçores Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s