MULHER DE TRINTA…

Domingo. 25 de fevereiro de 2018. Acordei hoje super – inspirado. Talvez efeito da série da Netflix que tenho assistido.  Uma série da longínqua e estranha Dinamarca, mas que mostrava uma escola com problemas muito parecidos com o que enfrentamos no Brasil (com políticos corruptos e tudo!). A protagonista Rita, título da série, é a professora da tal escola, tipicamente balzaquiana que consegue carismatizar toda a trama.

21260955

Antes de mais nada um esclarecimento para os leitores não idosos sobre o termo usado:

balzacbalzaquiana é uma expressão que surgiu após a publicação do livro A Mulher de Trinta Anos (1831-32) do francês Honoré de Balzac e que se refere às mulheres próximo da casa dos 30 (28 e 29 anos) e, atualmente, também às mulheres até 40 anos.

 Pois é.  Dessa mulher que eu quero falar hoje nesta crônica. Recordo que na minha pós adolescência, lá para os idos de 1954, com 18 anos, meu objeto de desejo era conquistar uma delas. Loucura, loucura… A maioria era casada e o verbo separar não fazia parte do cardápio da época entre os casais. O negócio era esquivar-se das garotas e partir para os  “finalmente”… como se fosse fácil… o bicho pegava para mim, ainda inexperiente.

Agora, tudo está mudado. Tranquilidade geral. Nos retalhos abaixo, extraídos de texto do  cronista Mário Prata, na Internet, posso destacar:

…”A mulher de 30 está para se separar. Ou já se separou. São raras as mulheres que passam por esta faixa sem terminar um casamento…”

… “A grande maioria tem dois filhos. Geralmente um casal. As que ainda não tiveram filhos se tornam um perigo, quando estão ali pelos 35…”

— “Elas talvez não saibam, mas são as mais bonitas das mulheres. Acho até que a idade mínima para concurso de miss deveria ser 30 anos. Desfilam como gazelas, embora eu nunca tenha visto uma (gazela). Sorriem e nos olham com uns olhos claros. Já notou que elas têm olhos claros? E as que usam uns cabelos longos e ondulados e ficam a todo momento jogando as melenas para trás? É de matar.” 

…” O problema com esta faixa de idade é achar uma que não esteja terminando alguma tese ou TCC. E eu pergunto: existe algo mais excitante do que uma médica de 32 anos, toda de branco, com o estetoscópio balançando no decote de seu jaleco diante daqueles hirtos seios?…”

…” A mulher de 30 ainda não fez plástica. Não precisa. Está com tudo em cima. Ela, ao contrário das de 20, nunca ficou. Quando resolve, vai pra valer. Faz como se fosse a última vez….”

…” Mas o que mais me encanta nas mulheres de 30 é a independência. Moram sozinhas e suas casas têm ainda um frescor das de 20 e a maturidade das de 40. Adoram flores e um cachorrinho pequeno. Curtem janelas abertas. Elas sabem escolher um travesseiro…”

…” etc, etc, etc…”

Mas que velhinho safado? Dirão meus leitores e leitoras. Mas, não foi eu quem escreveu, tudo isso. (tem muito mais, porém impublicável), foi de uma crônica do Mário Prata..que eu apenas transcrevi aqui, ingenuamente… Santa ingenuidade !

Mas, querem saber? A esmagadora maioria, quase totalidade, das pessoas que cuidam de nós, aqui pertencem ao sexo feminino… e são bem, em torno dessa faixa de idade. E, como é bom sentir o quanto de carinho e ternura têm a oferecer para nós, idosos institucionalizados.

Já lhes disse por aqui mesmo, nas crônicas deste blog, do que são capazes de admitirem e assumirem, só para ter o prazer e o direito de ao chegar em casa e transportarem-se para um sono reparador, sentirem-se isentas de culpas e incertezas sobre a importância de seu papel social. Nota-se isso no semblante de cada uma… Agem conosco como felizes cuidadoras de crianças !

Em decorrência desses fatos é que, pedindo desculpas para os poucos marmanjos que aqui trabalham e se dedicam, hoje estou saldando e homenageando a “balzaquiana” que o cancioneiro popular eternizou com músicas referentes à…

MULHER DE TRINTA

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s