AUDIÊNCIA…

Domingo, 04 de  março de 2018.    Antes de qualquer outra atitude, fui dar uma olhada no visualizador de acessos do meu blog.  A coisa é constante, impulsiva e quase doentia Sinto necessidade de saber quantas pessoas leram minha última crônica, por que?  Por favor não me perguntem, pois eu não saberia responder. Só deduzo que seja uma busca desesperada por AUDIÊNCIA.

A palavra — embora por composição etimológica esteja ligada a audição  (ser ouvido) tem muitas outras conotações como por exemplo,  ser visto ou sentido por considerável número de ouvintes ou espectadores — é grandemente perseguida por atores sociais em suas espetaculares atuações, principalmente nos meios de comunicação.

Semana finda, um assalto a uma agência bancária, às 4 da tarde no subúrbio carioca de Madureira, rendeu na sua cobertura feita por José Luiz Datena em  seu espetáculo com o nome de Brasil Urgente,  a seguinte observação: “inadmissível que esses helicópteros ,  sobrevoando por aqui, em busca de AUDIÊNCIA, cujo barulho atrapalha a negociação do oficial do BOPE com os bandidos…”.

Era visível o incômodo do comunicador (dizem que apontado como possível candidato à presidência da república em 2018), com a possível ação de “concorrentes” a “seu” ato de formulação do episódio… Que por sinal, dados o dia, a hora e o local, demonstravam que os assaltantes, também estavam em busca de sua própria AUDIENCIA.

No meio da reportagem, um circunstante declarou que ali, bem próximo, situava-se a quadra da Escola de Samba da Portela, foi o bastante para o Datena lembrar e trazer  à baila, os atributos artísticos, pessoais e carismáticos  do cantor e compositor portelense Paulinho da Viola, que por sinal não tinha nada com o peixe, mas afinal, trata-se de um artista com muita AUDIÊNCIA… Então bastou e valeu

PIC_0705Aqui nos fundos do Lar dos Idosos, tem uma árvore. Descobri que é uma taipoca ou apenas ipê (nome científico: Handroanthus albus), Assim como nós, moradores, ela tem percorrida uma longa existência e, como a maioria de nós, seus ramos e galhos quase nus mostram-se envelhecidos e retorcidos pelo tempo.

PIC_0707No entanto ainda se vislumbram umas flores (Ipê amarelo), e ela (a árvore) que quase não é percebida por nós e muito menos pelos visitantes, ainda assim, acaba se tornando fundo de fotos que se tornaram memoráveis como a de toda a casta e elenco dos atores, em papéis de dirigentes, administradores, moradores e amigos responsáveis por trazer a esta Casa, notáveis índices de …

AUDIÊNCIA

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para AUDIÊNCIA…

  1. Tinha um programa de “humor” no canal MULTISHOW chamado “TUDO PELA AUDIÊNCIA” escrachando ao máximo esse tema, de tão atual que ele é!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s