PAI HERÓI…

Domingo, 12 de agosto de 2018. Segundo domingo do mês, quando aqui no Brasil comemoramos o Dia dos Pais. Quero falar de um deles. Aqui, se o leitor assim o quiser pode soltar o som de fundo mas, por favor prossiga a leitura. Hoje vou falar do  meu pai, nascido  em 05 de dezembro de 1908 e falecido em 12 de outubro de 2006. Esteve presente entre nós, nesse plano espiritual, por 36.077 dias, ou seja 98 anos, 9 meses e 12 dias… Para mim, um PAI HERÓI.

Seu Geraldo Monçores exerceu este papel heroico agora por mim percebido — depois  de haver descortinado e testemunhado durante meus 81 anos,  outros existentes —  que o cara que poderia facilmente ter sido um vilão em decorrência de uma trajetória de vida complicada em terreno muito acidentado, acabou deixando como legado para nós, seu filho e filhas, inúmeros exemplos  de respeito ao próximo e  a si mesmo.

Papai, quando ainda jovem – isto eu soube através de incontáveis informações e testemunhos de minhas tias – pode ser um tanto traquinas  “levado”  mas, sabia também arcar com suas responsabilidades e, sempre que admoestado pelos manos mais velhos, O caçula “abaixava a crista” e pedia desculpas… Nada de partir para a de “esquentadinho”.

Aos 27 anos namorou e engravidou uma jovem de 25 (minha mãe). Tentou acertar as coisas com ela, geraram mais uma filha – a Iracy – mas não deu. Mamãe e ele estavam incluídos em outro roteiro dos Planos Superiores. Eu tinha apenas 3 anos quando “mami” decidiu nos deixar, a mim e a ele..

Aí o cara assumiu a paternidade total. Para mim foi o primeiro dos exemplos de “declaração dos direitos humanos” que o  velho legou para alguém… e eu era esse alguém. Bem mais tarde andou me “presenteando” com algumas palmadas – merecidíssmas é claro – mas nunca deixou de me explicar o porque ! Prova inconteste de respeito ao filho.

Seu Geraldo, foi operário em uma fábrica de sabão; trabalhou na manutenção dos trilhos de trens suburbanos da Central do Brasil; foi ainda ajudante de caminhão de entregas em uma fábrica de água sanitária; foi também operador em manobra de reboques de bonde (os jovens nem sabem que isto existiu) ali em  São Cristóvão – RJ.

Nessa ocasião e nesse lugar aos 40 anos de idade, viu, encontrou e namorou uma jovem operária têxtil que por ali passava todos os dias na saída da fábrica. A Cecy  Salgado –  18 anos mais nova – ele transformou em Dona Cecy Salgado Monçores, com quem manteve um casamento “porreta”. Sob as alianças os dois gestaram um show de parceria, fidelidade, respeito e amor pelo próximo que durou por  “apenas” 58 anos…  Quando enfim a morte os separou… e tome bons exemplos pra galera de seguidores !!!

Grande parte desse tempo e, até se aposentar, Geraldo trabalhava durante a noite, como vigilante nas oficinas e garagem de bondes da extinta Companhia de Carris Luz e Força do Rio de Janeiro (Light). Durante o dia “enquanto descansava carregava pedras” isto literalmente pois construiu com auxílio da Cecy, parentes e amigos a morada e abrigo do casal e das três filhas nascidas do enlace.

seu geraldo Na foto acima Seu Geraldo aos 94 anos é flagrado a frente da casa que edificou, ladeado por sua prole completa por ordem de saída, ou seja EU, Iracy, Carmem, Zélia e Marlene.

É com extremo orgulho que declaro que meu pai nunca foi grande empresário; nunca ocupou alto cargo público; nunca foi político ou mesmo cabo eleitoral, portanto meu genitor nunca foi indiciado ou envolvido em escândalos financeiros ou de corrupções ativas nem passivas.

Se alguém me considera atencioso, simpático, empático e pragmático, pode crer que tudo isso foi obtido com os exemplos de atenção, simpatia, empatia e pragmatismo legados por este meu…

PAI HERÓI.

Obs.: Mais detalhes podem ser obtidos na crônica SER PAI de 2013, é só clicar em cima.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s