LÁGRIMAS NO PARAÍSO…

Minhas tres irmãsHoje é sábado, 15 de setembro de 2018. É o dia em que completas 76 aninhos, minha querida irmãzinha, Enirte. Nesta mesma data, no ano de 1910, nascia nossa mãe Prosperina, que nos deixou há exatos 8 anos aqui na terra e embarcou para nova transição, rumo a “sabe Deus para onde”, mas nós vamos acreditar que esse lugar seria ou será… um PARAÍSO.

Supondo isso como verdade qual seria o pedido que nós seus filhos – “endiabrados” seres que somos – iríamos fazer a ela? Sei  não, mas ouvindo uma canção antiga estrangeira trouxe para aqui seu som e tradução e convido a ti, maninha para comigo ouvir, ver e sentir a mensagem do autor. Trata-se de “Tears in Heaven” (LÁGRIMAS NO PARAÍSO) de Eric Clapton. Vamos lá, ligue o som ouça, veja a letra traduzida e sinta comigo Enirte.

Será que você saberia o meu nome
Se eu te visse no Paraíso?
Será que as coisas seriam iguais
Se eu te visse no Paraíso?
Eu preciso ser forte
E seguir em frente
Porque eu sei que não pertenço
Ao Paraíso

Será que você seguraria na minha mão
Se eu te visse no Paraíso?
Será que você me ajudaria a levantar
Se eu te visse no Paraíso?
Eu encontrarei o meu caminho
Pela noite e pelo dia
Porque eu sei que não posso ficar
Aqui no Paraíso

O tempo pode te deixar deprimida
O tempo pode fazê-la curvar-se
O tempo pode despedaçar o seu coração
Fazê-la implorar por favor
Implorar por favor

Além dessa porta
Há paz, eu tenho certeza
E eu sei que não haverão mais
Lágrimas no paraíso

Será que você saberia o meu nome
Se eu te visse no Paraíso?
Será que você seria a mesma
Se eu te visse no Paraíso?
Eu preciso ser forte
E seguir em frente
Porque eu sei que não pertenço
Ao Paraíso

Porque eu sei que não pertenço
Ao Paraíso

Deus nosso Criador, com toda a certeza nos perdoaria pela pretensão de transformar em nossas, as palavras e a melodia contida nessa mensagem de Eric Claptom.

Que ELE nos abençoe a todos que desejariam esse sublime encontro com nossas mães  com a intenção de fazer verter…

…LÁGRIMAS NO PARAÍSO.

P.S.: Agora lembremo-nos de um post publicado por mim, nesta mesma data, no ano passado… clique em A AUTORA.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s