MY GRANDDAUGHTER…

Sábado, 04 de maio de 2019. No início desta semana semana surgiu em minha caixa de correio mensagem originada de um site norte americano  de gerenciamento familiar.  A mensagem me alertava em inglês que hoje   (MY GRANDDAUGHTER) completaria os  24 anos e sugeria que eu não esquecesse de saudá-la pela data.

Que feio, uma palavra tão curtinha, terna e simpática (neta)  receber como tradução esse turbilhão de letras consoantes com conotações e aparências tão arrasadoras… Mas, para mim todo esse arraso não consegue nem de perto turvar o encanto que essas garotas perpetuadoras do meu ser me fazem sentir.

 

Decidi então me projetar para o ano de 1995 quando nasceu minha segunda neta por ordem de chegada. Mergulhei em um álbum de fotos passado e lá encontrei:  Giovanna a primeira filha do Paulo me olhando nos olhos ela – naquele momento – se materializava  como prima da Fernanda filha do Pedro, nascida 6 anos antes.  As duas só aguardaram mais uns poucos anos para então se juntarem à Cinthia e formarem o trio de netas mais fugidias que um avô já teve, vejam aí embaixo.

 

Cresceram por aqui mesmo no Brasil onde juntas iam aos parques e praias. Depois se foram para outras paragens… Só para que façam ideia de como elas andam praticando o “jogo da distância” comigo, atualmente:

  1. enquanto a Fernanda, que vinha residindo em Berlim há cerca de três anos , agora já me fez saber que está de malas prontas para ir residir com Paulo o marido, no Canadá, já nas próximas semanas;
  2. Cinthia e Giovanna que durante nove anos estudaram e moraram no Texas com os pais, residem atualmente na Flórida;
  3. sendo que a aniversariante do dia de hoje, desde o mês de  janeiro desse ano foi admitida no elenco de funcionários da Waltt Dysney World, onde trabalha  com as funções de recrutadora de talentos, ou algo parecido…  Pode uma coisa dessas?

O que fazer, minha gente? Só resta a esse avô saudoso alugar seu tempo – aparentemente amplo de morador em Lar de Idosos – com constantes e assíduas visitas em suas respectivas páginas do Facebook e curtir fotos flagrantes da família.

 

É coroa, dirão vocês, melhor usar o Skype!   Não dá é difícil para elas pois, ao contrário do avô, seus tempos estão sempre tomados por  estudos, atividades,  amizades, romances e lazer. Aí os seus horários de possíveis disponibilidades, nunca batem com os meus. Já ouviram falar de fusos horários?  Além do mais, que interesse pode existir para elas estarem se relacionando com um velhote meio doido e bastante desajustado.

Porém completamente bobo e orgulhoso das mulheres em que estão se transformando. Faço então disso, pretexto para – atendendo a sugestão da mensagem recebida no início da semana – aproveitar e embarcar na carona da Giovanna e para cada um  desses três tesouros endereçar meu “congratulations“…

MY  GRANDDAUGHTER

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s