SINTO-ME EM PAZ…

Terça-feira, 24 de dezembro de 2019. Véspera de Natal, décimo segundo passado aqui no Lar de Idosos Recanto Tarumã, em Curitiba – PR. Logo ao amanhecer, assisto no céu um verdadeiro combate entre o Sol e algumas nuvens que insistem em ofuscar-lhe a supremacia.

Ali fora vejo o início do trabalho das equipes de manutenção da limpeza de quartos, salões e corredores enquanto percebo a chegada, das meninas e senhorinhas da enfermagem, turno da manhã aí, parto para o café matinal armado e servido pelo pessoal da cozinha. Todas – como em todos os dias – sorridentes e felizes por nos servir e atender… SINTO-ME EM PAZ.

Retorno do café e venho para o processo de reflexão. Quantos conseguem atingir oitenta e três anos de idade? Quão poucos, nessa idade conseguem sentir a proteção, carinho e atenção despretensiosa de gente sem vínculos familiares – de sangue? Nem são muitos que tendo tudo isso, conseguem ter lucidez para perceber essas dádivas, além das que já recebe do Criador!

seujuraEstou orgulhoso de mim. Quando ainda de pé, durante os nove primeiros anos de minha estada neste Lar, jamais me flagrei tentando usar minha desenvoltura ou discutível “charme”,  para forçar “intimidades” com essas pessoas maravilhosas que nos assistem, seja colocando a mão sobres seus pescoços ou pegando-as pelos braços ou ainda debruçando-me por sobre os carrinhos de medicamentos.

Beijos na mão e no rosto pelos corredores então, nem pensar. Por que o faria? Lembrando-me de minhas netas, imaginava-me: “as pobres nunca iriam reclamar até por uma questão de educação e respeito aos mais velhos”, sem contar a preocupação de comprometer seus empregos com alguma má interpretação… por que  me aproveitar vergonhosamente disso?

Escrevo, sim. Escrevo muito sobre o que observo em torno e nas redes sociais onde inadvertidamente pessoas deixam “vazar” pensamentos, intenções e emoções incontidas, porém, nenhuma inverdade… Não tenho tempo nem idade para inventar mentiras. Por isso SINTO-ME EM PAZ.

O desabafo tem uma razão. Olhando no Facebook hoje, me deparei com uma postagem feita por uma ex-funcionária e sempre querida amiga e imaginei…

razaoHoje, na véspera desse Natal de 2019, aqui no Lar de Idosos Recanto Tarumã

SINTO-ME EM PAZ.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s