SINTO O CARNAVAL PASSADO…

Sábado, 22 de fevereiro de 2020. Hoje é manhã de carnaval e eu me reporto ao carnaval passado em 1974 (quando eu contava apenas com meus 38 anos de idade) e pude desfrutar de uma canção-poema feita para que eu pudesse refletir sobre esse fenômeno (O carnaval brasileiro, notadamente o carioca) naquela e na atual época.
 

Antônio Candeia Filho. mais conhecido como Candeia (Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1935 — Rio de Janeiro, 16 de novembro de 1978), foi um sambista, cantor e compositor brasileiro . Wikipédia”.

 É o autor para qual convido aos meus leitores acompanhar em som e leitura da letra da referida canção…

Hoje é manhã de carnaval (ao esplendor)
As escolas vão desfilar (garbosamente)
Aquela gente de cor com a imponência de um rei,
vai pisar na passarela (salve a Portela)

Vamos esquecer os desenganos (que passamos)
Viver alegria que sonhamos (durante o ano)
Damos o nosso coração, alegria e amor
a todos sem distinção de cor
Mas depois da ilusão, coitado
Negro volta ao humilde barracão

Negro acorda é hora de acordar
Não negue a raça
Torne toda manhã dia de graça
Negro não se humilhe nem humilhe a ninguém
Todas as raças já foram escravas também
E deixa de ser rei só na folia e
faça da sua Maria uma rainha todos os dias
E cante o samba na universidade
E verás que seu filho será príncipe de verdade
Aí então jamais tu voltarás ao barracão

… enquanto…

SINTO O CARNAVAL PASSADO

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s