SENTINDO-ME EM UM DRONE…

Terça-feira, 07 de abril de 2020. Durante a última visita virtual do meu filho Pedro, ficamos os dois — entre vídeos — comentando sobre a crise pandêmica e aí recordamos uma fórmula que aprendemos juntos há cerca de umas três ou quatro décadas, quando eu ainda era pai atuante de dois adolescentes. Para o melhor enfrentamento de crises, eu repetia a eles, o melhor é dar sempre dois passos atrás.

Repetia o que tinha obtido com meu pai e tios, filhos de um avô incrível, “mineirim” pleno de sabedoria e experiência de quem criou seis filhos e duas filhas, nas lidas do campo, ao lado de cavalos, gado e aves domésticas e – claro – cobras e lagartos.

O velho nos ensinou a todos que “se a crise ou a paixão for muito intensa e avassaladora, melhor botar distância sem tirar os olhos, e assim poder fazer uma avaliação global do maior número de ângulos, causas e efeitos“, Poderia não ser coisa da moda, mas… meu avô Aniceto era f….ogo!

Recuso-me a comentar a crise, prefiro falar da minha paixão, aquela que foi plantada, crescida e amadurecida durante onze anos e que agora explode num coração que bate incessantemente há 83 anos. Falo, de novo, no Lar dos Idosos Recanto Tarumã… Não imaginam o quanto eu acho que aprendi sobre o amor, no interior deste espaço.

droneEntão, para seguir os ditames de meu Vô Aniceto, e examinar à distância esta minha paixão, decidi que dois passos atrás seriam insuficientes… melhor utilizar um drone que me proporcionará uma visão mais abrangente deste complexo edificado, que aquartela as pessoas que tenho aprendido a amar incondicionalmente.

Captura de Tela (9)Gostaram? Sentiram a amplitude? Descortinaram a beleza?… Nada disso chega perto da grandeza e do encanto das pessoas que, há tempos, saem de suas casas e vêm trazer para dentro deste complexo, amor e doação de si mesmas a uma centena de idosos, atingidos pela vulnerabilidade social.

Vou começar pelos fundos, à direita da imagem, com edificações onde cidadãos e cidadãs, quase anônimas e desconhecidas para os moradores abrigados, atuam no  comando e gestão da coisa toda, enquanto outras exercendo funções administrativas e logísticas, fazem brotar pacotões de fraldas, artigos de higiene e limpeza, bem como produtos alimentícios para dentro do restante da estrutura, em carrinhos cheios de amor e atenção.

Mesmo mal percebendo a pequena capela, onde se abriga nossa fé e são acolhidos os que já cumpriram sua jornada espiritual por aqui, notamos a vizinhança de alas construídas em torno de pátios espaçosos. Nestas alas o amor veste branco nas equipes  de enfermagem e farmácia que cuidam, limpam, medicam e atendem com carinho os seus avôs “adotados”.

Não posso esquecer nossas formiguinhas de azul… Estão em todo lugar. não há quarto, corredor, salões ou banheiros que consigam se livrar  de sua sanha e prazer da limpeza, arrumação e higienização. Outras penetram na lavanderia onde dão bons aromas e tratos carinhosos as nossas roupas… e haja amor!

Mais ou menos no meio da imagem, percebo uma cobertura em “ondas paralelas”, ali em baixo, a área de cozinha e refeitório, é ocupada por nossas nutricionistas no comando do pessoal de uniforme cáqui que cozinha e serve para todos, o almoço, jantar e café nosso de cada dia… e tome mais amor nos gestos e tempero.

Na esquerda, a imagem me revela o pavilhão que comporta a recepção, e o núcleo social da casa. Gerência e Assistência Social, dividem seus espaços com as terapeutas do grupo multidisciplinar e aí contamos com psicoterapeuta, fisioterapeutas, musicoterapeuta e terapeuta ocupacional, que amorosamente nos ensinam e ajudam a conviver em grupo.

Toda esta visão panorâmica por que, imagino estar a uns 50 metros de altura…

SENTINDO-ME EM UM DRONE.

 

 

 

 

 

 

 

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s