SALVE O DIA DAS MÃES…

Domingo, 10 de maio de 2020. O segundo deste mês de maio, temos então hoje uma data a festejar: SALVE O DIA DAS MÃES… Já disse aqui antes que, neste Lar de Idosos Recanto do Tarumã em que residimos somos em quase uma centena.

Quero crer que nenhum de nós abraçou ou presenteou pessoalmente a mãe hoje, pelo simples fato de elas já terem trocado de morada e passado desta, terrena para outra, espiritual. 

Nos tempos estressantes que vimos experimentando, bem que viria a calhar um “chamego” de mãe para amenizar as mutilações que o tempo e a idade nos impuseram, mas sinceramente, creio que as lembranças que levaram consigo, devem pairar sobre cada um de nós sob a forma representativa de energia cósmica e espiritual, usando-as apontadas para suas crias!!!

A propósito deste dia, na próxima terça (12) inicia-se a “Semana da Enfermagem de número 81” embarcada neste ano 2020 e pude colher um interessante trecho-saudação do Coren/PR  na Internet.

Que todas as mães tenham um domingo cheio de amor. Sintam-se abraçadas pelo Coren/PR nesta data tão especial. E aqui vai mais um “chamego”, agora para a Isabela, que está aí  na barriga da Thifany, e que deve chegar logo para a alegria de todos nós: bem-vinda Isabela, em nome do Coren/PR”. 

Eu saúdo toda essa gente! Dos meus 83, durante os últimos onze anos que moro aqui no Recanto aprendi a identificar — em cada uma das enfermeiras, auxiliares, técnicas de enfermagem e cuidadoras, mescladas ao pessoal da higienização, cozinha, lavanderia e terapeutas da Casa  as mães de todos nós,  quando velhotes indefesos e dependentes.

No meio de nós, também encontram-se alguns mais “inteiros” (uma meia dúzia) que sofre a síndrome do “padrasto de novela” e  que, com a falsa alegação de que as sustentam, as olham e tratam como enteadas que os devem agradar e conceder gentilezas mas, as danadinhas, espertamente os driblam e seguem isentas dos assédios, orientadas que foram para enfrentar tais comportamentos.

Todas essas mães que nos adotaram, usando seu livre arbítrio, aceitaram a escolha divina a elas ofertadas pela Criação, e dedicam-se a este trabalho com um desvelo e capacidade de entrega impressionante, que me encanta, maravilha e me obriga a bradar em sua direção…

SALVE O DIA DAS MÃES.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s