AINDA BRILHA A ESMERALDA…

Sexta-feira, 05 de junho de 2020. Acordo e percebo que tornei a esquecer de desligar a TV enquanto assistia um filme pela madrugada. Abro os olhos e ouvidos, atentos ao jornal televisivo.

O Brasil ultrapassou a Itália em número de mortes pela covid-19 e é hoje o terceiro país com mais vítimas no mundo, atrás somente dos Estados Unidos e do Reino Unido.
Com atraso novamente, o Ministério de Saúde informou no final da noite de quinta-feira que houve novo recorde de registro de óbitos pelo novo coronavírus: foram 1.473 mortes e 30.935 casos notificados em 24 horas.
Mais de 34.000 pessoas já morreram oficialmente por causa da covid-19 no país. Estimulado pelo Governo Bolsonaro, vários Estados flexibilizam as medidas de isolamento social e veem subir a curva de contaminação”. 

Então faço uma breve análise da tal  “gripezinha”, que lastimavelmente, mantém afastadas em “quarentena”, algumas de nossas funcionárias e servidoras aqui do Lar, desde início de março.

Daquelas mesmas que em citação na publicação que fiz em março de 2019 com o nome de “A MULHER E SEU DIA” eu afirmei “MULHER. o único caminho que o senhor DEUS nos ofereceu para chegar até aqui, neste vale de lágrimas“. 

Como não sentir saudades da impetuosidade da Aline, da doce firmeza da Jocélia, ou da candura da Thifany no trato com os “seus” velhinhos necessitados de amor e carinho (esta última prestes a aplicar já, já, sua “experiência adquirida” na filhinha que carrega no ventre).


WIN_20200605_14_06_09_ProE a minha “camareira e mãe” Esmeralda. Sabem, ela mandou mais uns dos empadões que produz cheia de amor, para vender só para os privilegiados, saborearem ajoelhados. Acontece que ontem foi aniversário dela e eu tive que embalar em papel de seda com lágrimas de saudade, meu abraço virtual e enviar através da Adriana, da equipe de higienização… sendo virtual posso embrulhar um beijo também, minha querida madrinha espiritual. 

esmeraldaQuando postei “SINTO BRILHAR A ESMERALDA” agora em  março,  eu a exaltei como um brilho da pedra preciosa no meu caminhar por este “vale” aqui no Tarumã. Gente, para mim, aqui no Recanto

AINDA BRILHA A ESMERALDA.

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s