MÊS DO CACHORRO LOUCO…

Terça-feira, 04 de Agosto de 2020. Agosto, mês de desgosto! MÊS DO CACHORRO LOUCO! Rotulam as superstições.

Como sabemos superstição é a crença sobre relações de causa e efeito que não se adequam à lógica formal, ou seja, são contrárias à racionalidade; como a crença comum, no Brasil, de que quebrar um espelho causa sete anos de azar. (Wikipédia)

Sabem, em relação às  inúmeras origens ou explicações atribuídas para esses rótulos,  a que que faz muito sentido é que no mês de agosto a concentração de cadelas no cio aumenta bastante devido às condições climáticas. E quando as cadelas estão no período fértil, os cachorros ficam loucos (mesmo!) e brigam para conquistar a fêmea.

cachorro loucoPelo menos nas ruas que acolheram minha infância e juventude nos subúrbios cariocas o bicho pegava. Grande era a apreensão e o “desgosto” das mães provocada por essa luta feroz entre os machos em busca da fêmea e que fazia com que a raiva, doença transmitida pela saliva do bicho, se espalhasse mais. Os animais então infectados babavam muito e ficavam com aparência de “loucos”, daí a expressão “Cachorro Louco”.

No cenário mundial AGOSTO pontificou dois extremos:

O início em 1º de agosto de 1914 da  1ª Grande Guerra Mundial  onde mais de 9 milhões de combatentes foram mortos, em grande parte por causa de avanços tecnológicos que determinaram um crescimento enorme na letalidade de armas, mas sem melhorias correspondentes em proteção ou mobilidade e,

O término, de certa forma, da Segunda Guerra Mundial, quando em 6 e 9 de agosto de 1945, Hiroshima e Nagazaki foram destruídas pela bomba atômica. Historicamente, estes são até agora os únicos ataques onde se utilizaram armas nucleares. As estimativas do primeiro massacre por armas de destruição maciça sobre uma população civil apontam para um número total de mortos a variar entre 140 mil em Hiroshima e 80 mil em Nagasaki, sendo algumas estimativas consideravelmente mais elevadas quando são contabilizadas as mortes posteriores devido à exposição à radiação. A maioria dos mortos era civil.

No agosto de 2020 em que entramos agora, uma nota de um jornal internacional, na Internet, nos informa que as armas nucleares, vitimando os 220 mil daquela ocasião, estão perdendo feio para a pandemia do novo coronavirus de agora que já, segundo a publicação:

“…provocou ao menos 579.938 mortes no mundo desde que o escritório da OMS na China anunciou o surgimento da COVID-19 em dezembro, segundo um balanço feito pela AFP nesta quarta-feira (15), às 16h de Brasília, com base em dados oficiais.
Desde o início da epidemia, mais de 13.407.780 pessoas em 196 países ou territórios contraíram a doença. Dessas, ao menos 7.264.600 estão recuperados, segundo as autoridades.”

Verificamos então, que a superstição se consubstancia com o nosso mês de agosto e aqui esta êle “perseguindo desesperadamente cadelas“, e se caracterizando como o…

MÊS DO CACHORRO LOUCO.

 

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s